img07

Para as Irmãs Escolares de Nossa Senhora (IENS) e para o Colégio Nossa Senhora da Glória, educação significa tornar as pessoas capazes de alcançar a plenitude do seu potencial como seres criados à imagem de Deus e ajudá-las a colocar os seus dons à disposição para Humanizar a Terra. A exemplo de Madre Teresa, educamos na convicção de que o mundo pode ser mudado pela transformação das pessoas. Assim, o nosso ministério exige uma visão cristã daquilo que a pessoa humana é chamada a ser e daquilo que o mundo é destinado a tornar-se. (vse 22).

O Glória é um Colégio católico e, como tal, existe para evangelizar. Está ancorada no evangelho, de onde vem sua inspiração e sua força. É um “meio privilegiado para a formação integral da pessoa”, que “faz parte integrante da missão salvífica e na exigência da educação da fé”: é “lugar de evangelização, de autêntico apostolado e da ação pastoral, pela natureza mesma de sua missão, diretamente orientada a formar a personalidade cristã.

img07

Evangeliza a pessoa e também a educa, porque a adesão e o compromisso com o Reino, longe de desumanizar a pessoa, aperfeiçoa e a faz crescer em humanidade. Reino que já está presente em germe e que cresce nesta história concreta que vivemos. “Reino, que, embora sendo dom e graça de Deus, precisa ser construído, aqui e agora, através dos esforços humanos” através de um permanente esforço da comunidade educativa.

A prática evangelizadora deve ser sempre um processo que integra fé e vida, em nível social e pessoal e, por outro lado, a prática educativa autêntica carrega sempre em si dimensões e valores da boa nova do reino. A evangelização parte sempre da pessoa fazendo, continuamente, apelo às relações das pessoas entre si, com o outro, com a natureza e com Deus.

img07

A humanização e a personalização do ser humano, como obra da educação, preparam o lugar onde possa revelar-se e ser vivenciada a mensagem do evangelho. A educação é indispensável ao próprio ato de proclamar e construir o reino. É preciso evangelizar educando e educar para evangelizar.

Assumimos uma educação evangélico-libertadora, pois o ponto de referência é uma sociedade justa e fraterna, penetrada pelos valores evangélicos, e o “homem novo” que viabilizará essa sociedade. Isto significa que a educação no Colégio Nossa Senhora da Glória, de maneira crítica, antecipa por seus conteúdos, métodos e relacionamentos, a nova sociedade, dando origem a uma nova educação que chamamos de evangélico-libertadora.

img07

A educação evangélico-libertadora transforma o educando em sujeito do próprio desenvolvimento e do desenvolvimento social. Favorece sua personalidade, aprofundando a consciência de sua dignidade humana, permitindo sua livre autodeterminação, promovendo seu sentido comunitário, na formação para o serviço. Orienta-se para a libertação cristã que torna o educando acessível à plena participação no mistério de Cristo ressuscitado. Oferece-lhe os instrumentos que possibilitam a transformação social, rumo ao homem novo e à uma sociedade nova.