FILOSOFIA DA ESCOLA

O Colégio Nossa Senhora da Glória tem por embasamento teórico e prático os princípios filosóficos e psico-pedagógicos estabelecidos por Madre Teresa de Jesus Gerhardinger, educadora de visão mundial e fundadora das Irmãs Escolares de Nossa Senhora.

MISSÃO

“Promover educação inovadora que capacite a pessoa para construir o seu conhecimento, ser competente, desenvolvendo a cultura, a espiritualidade, a ética e a responsabilidade social.”

VISÃO

“Ser um Colégio de excelência em ensino, cultura e humanização, primando sempre pela qualidade, compromisso, responsabilidade social e valores cristãos.”

VALORES
Espiritualidade: Fomentar na vida uma espiritualidade que liberte e transforme para viver de maneira integrada consigo mesmo(a), com Deus, com o(a) o outro(a) e com toda a criação.
Solidariedade: Cultivar um estilo de vida que promove a justiça, a humanização, a paz e a integridade da criação.
Competência: Priorizar o conhecimento e formação para atuar com iniciativa e criatividade, trabalhando em colaboração com outras pessoas.
Espírito inovador: Inovar com audácia, visando o desenvolvimento das pessoas e da instituição.
Ética: Construir uma nova consciência ética alicerçada na justiça, no respeito às diferenças e no bem comum.
PERFIL DO COLÉGIO
Buscamos um Colégio que:
1 – Valorize a pessoa humana, reconhecendo-a como um ser em desenvolvimento, que se transforme e seja capaz de transformar.
2 – Esteja comprometido com a emancipação do ser humano e sua libertação dos sistemas opressivos, educando para o exercício da cidadania.
3 – Seja um lugar onde pais, educandos, professores e funcionários se tornem solidários, criativos e participativos.
4 – Tenha clareza dos objetivos pastorais, pedagógicos e educacionais, mantendo coerência e constância de propósitos.
5 – Seja coerente ao anúncio de Jesus Cristo, aos princípios educacionais de Madre Teresa, desenvolvendo uma pastoral e um ensino religioso que construam uma imagem positiva de Deus, oferecendo uma educação evangélico-libertadora.
6 – Cultive um ambiente físico acolhedor, tranqüilo, alegre, harmonioso, que revele a mística dos valores cristãos e do carisma de Madre Teresa.
7 – Crie, na comunidade educativa, oportunidades diversificadas de crescimento em todas as dimensões.
8 – Valorize os recursos humanos, científicos e tecnológicos, oferecendo condições de trabalho e remuneração digna.
9 – Seja uma comunidade onde todos os serviços estejam interligados pela dinâmica da comunhão e participação.
10 – Busque uma estrutura administrativa e econômica, de acordo com os modernos padrões de gerenciamento, que possibilite uma educação de qualidade.
11 – Envolva a família como primeiro e principal agente de educação e evangelização, assumindo com ela um trabalho sério e constante.
12 – Gere, na sociedade, a consciência da educação como prioridade nacional, como valor imprescindível para o desenvolvimento do ser humano e direito de todos a uma escola de qualidade.
13 – Esteja inserido no contexto eclesial – sócio-político – educacional, comprometendo-se com uma educação transformadora da sociedade.
PERFIL DO EDUCADOR
Buscamos um Educando que:
1 – Tenha uma imagem positiva de Deus e com ele construa a história, com um profundo sentido de pertença.
2 – Que perceba a realidade de forma crítica, à luz do Evangelho.
3 – Atue com responsabilidade global, sendo agente transformador nos campos cultural, científico, político, religioso, social, econômico e tecnológico, “examinando criticamente as situações sociais e culturais à luz do seu impacto sobre o mundo todo e a realizar mudanças positivas onde necessário e possível”.
4 – Tenha senso crítico diante dos meios de comunicação e pesquisas científicas, posicionando-se dentro de uma visão cristã.
5 – Valorize o ser humano, criando condições para uma vida digna.
6 – Seja sensível às necessidades humanas e capaz de expressar seus sentimentos estando aberto para: partilha, solidariedade, justiça , verdade, respeito, diálogo, colaboração e unidade.
7 – Exerça seus direitos e deveres como cidadão consciente e saiba usar com responsabilidade os recursos da terra e os bens comuns.
8 – Desenvolva suas potencialidades nos aspectos intelectual, físico, social, afetivo e espiritual, sabendo empregá-las em benefício próprio e do outro.
9 – Cultive a habilidade de tomar decisões, a auto-confiança e a auto-valorização.
10 – Saiba “programar de modo significativo o tempo de lazer e usá-lo de maneira criativa para que seja útil às pessoas e à sociedade”. (C.F. Pág. 9 D)